Antibomba destrói explosivos achados em Colônia Leopoldina

Material estava dentro do prédio da Secretaria de Obras do município. Investigação vai tentar rastrear origem dos explosivos.

Após serem acionados para averiguar uma caixa de explosivos que foi encontrada dentro do prédio da Secretaria de Infraestrutura do município de Colônia Leopoldina, o delegado da Seção de Roubo a Banco (Serb), Vinicios Ferrari, da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), da Polícia Civil de Alagoas, abriu inquérito para tentar rastrear a origem do material que foi destruído pelo Esquadrão Antibomba do Tático Integrado de Resgates Especiais (Tigre).

De acordo com o delegado, dentro da caixa que estava na secretaria municipal havia: 38 bastões, 15 quilos de emulsão explosiva, 8 espoletas e 11 metros de corda.

“O material foi analisado e depois destruído porque oferecia risco de explosão. Assim, após o trabalho do Esquadrão Antibomba foi gerado um laudo, com informações para o inquérito de investigação. Ao concluí-lo, vamos encaminhar alguns dados para o Exército ajudar no rastreamento da origem dos explosivos”, disse Ferrari.

Além de tentar localizar a origem dos explosivos, a investigação também vai apurar se os explosivos seriam usados em assaltos a banco.

Em outubro de 2016, um grupo de criminosos explodiu a agência do Banco do Brasil que fica no centro de Colônia Leopoldina.

g1

05/01/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0