Banhista desaparece no mar de Itapoã, em Vila Velha

Jovem se afogou ao lado de outros três jovens, que foram resgatados. Bombeiros usam helicóptero na busca.

Um jovem desapareceu no mar da Praia de Itapoã, em Vila Velha, na manhã deste domingo (18). O helicóptero da Polícia Militar foi ao local para ajudar nas buscas. Equipes do Corpo de Bombeiros e da Guarda Municipal também foram ao local. A Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) informou que as buscas seguem durante a tarde.

Testemunhas disseram que um grupo de cinco pessoas entrou na água e quatro se afogaram. Banhistas e pescadores que estavam na praia entraram no mar e socorreram três deles.

O jovem desapareceu por volta das 11h20 e foi identificado como Cassio Martins. Ele tem 22 anos e está desempregado.

Uma das vítimas do afogamento pediu para não ser identificada, mas disse que não viu guarda-vidas no local e contou como foi o incidente. “Uma sequência de ondas puxou a gente e fomos para o alto mar. Nós somos amigos. Acho que fui a primeira a se afogar. Desesperada, agarrei no pescoço do Cássio quando ele tentou me pegar. Depois ele se afogou. Não tinha guarda-vidas. Foram os banhistas que foram nos salvar. Quando voltamos para areia, procuramos por ele. Aí bateu o desespero. Achavamos que ele estava na areia, também. Meu Deus, que pesadelo”, disse a jovem.

O pescador Robson Gomes Coutinho disse que a correnteza deve ter levado o rapaz para o Norte da praia. “Tentamos ajudar o Corpo de Bombeiros com uma rede, mas não encontramos. Queríamos dar uma alegria para os pais dele, mas está difícil”, contou.

O comerciante Carlos Alipio Spavier, de 59 anos, mora em um prédio em frente ao local do afogamento. Ele fez um vídeo da movimentação na praia e disse que os pescadores chegaram a passar uma rede no mar para ajudar nas buscas, mas não encontraram nada. “A maré deve levar para perto da ilha da Madalena, acredito”, disse o morador.

A Prefeitura de Vila Velha foi questionada pelo G1 sobre a denuncia de falta de guarda-vidas na hora do afogamento e disse que “o quadro de funcionários para essa atividade está completo e todos os postos tem funcionado, inclusive com a sinalização indicando se o mar está seguro ou não para banho”.

g1

18/12/2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0