Criador da técnica contra sufocamento, Heimlich morre aos 96 anos

O médico americano desenvolveu em 1974 a ‘Manobra de Heimlich’, que teria salvado mais de 100 mil vidas

Henry Heimlich, médico que desenvolveu uma técnica para desbloquear as vias aéreas, morreu aos 96 anos neste sábado (17/12) no Christ Hospital, em Cincinnati, Estados Unidos, devido a um ataque cardíaco.

Heimlich disse que a sua invenção, nomeada de ‘Manobra Heimlich’,  salvou mais de 100 mil vidas ao longo de mais de três décadas.

Ele desenvolveu a técnica em 1974 depois de ler sobre a alta taxa de mortes em restaurantes que foram atribuídas a ataques cardíacos, mas que a causa real, na verdade, era o sufocamento por alimentos.

A sabedoria popular na época pedia repetidamente tapa nas costas da pessoa. Mas Heimlich, que estava então no Hospital Judaico em Cincinnati, acreditava que os tapas nas costas poderiam forçar o bloqueio mais profundo. Por isso, desenvolveu sua técnica, que consiste em segurar por trás a vítima engasgada e pressionar a parte superior do abdómen.

Para provar sua eficácia, o médico pegou cães anestesiados de laboratório, bloqueou suas vias aéreas com pedaços de carne presos a cordas em caso de emergência, e mostrou a eficiência de sua técnica que tornaria seu nome conhecido no mundo todo.

Heimlich escreveu sobre sua descoberta para uma revista médica e começou a se espalhar devido à atenção da mídia. Um homem no estado de Washington que veio ao resgate de um vizinho foi creditado como sendo a primeira pessoa a usar a Manobra de Heimlich pouco depois de ler uma reportagem do jornal sobre o assunto. O médico carismático também promoveu ativamente a técnica, incluindo aparições em programas de televisão.

Veja

18/12/16

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0