Emocionado, Paes se despede de servidores no último dia útil na prefeitura

Prefeito do Rio fez discurso e não conversou com jornalistas. ‘Quero dizer que, se a gente confiar no Rio, as coisas vão melhorar’, declarou.

O prefeito Eduardo Paes se despediu dos servidores em seu último dia útil de trabalho na prefeitura do Rio, nesta sexta-feira (30). Durante a despedida, fez um balanço de seus oito anos de governo, ao som de música gospel.

“Tinha um monte de gente achando que só ia ter cantos pra Jesus na entrada do próximo prefeito [o bispo licenciado da Igreja Universal Marcelo Crivella], e a gente sai louvando a Deus, a Jesus”, disse Paes antes de cantar a música “Eu sou o milagre” (Louvor e Glória), e “Raridade (Anderson Freire) junto com os servidores.

Paes se disse otimista para o futuro da cidade. “Momento de tanta descrença a gente mostrou q era possível fazer as coisas, isso só se consegue com disciplina. Quero dizer que, se a gente confiar no Rio, as coisas vão melhorar. Achei q não fosse conseguir falar pela emoção, mas graças a Deus consegui (…) Cariocas, até os que reclamaram, tiveram papel importante no que a gente fez. A gente quer sempre sair bem na foto, mas quem reclamou também ajudou muito.”

O prefeito se disse privelegiado por governar o Rio. “Todos os políticos do mundo têm inveja de mim porque eu que fui prefeito dessa cidade”, brincou ele, emocionado. “Meu agradecimento é para os servidores aqui, que estão tocando essa cidade. Queria agradecer ao parlamento. Foi fundamental nesses oito anos, para tudo que pudemos fazer, muita parceria.”

Paes agradeceu também ao vice, Adilson Pires. “Puxou a gente para cuidar das pessoas que realmente precisavam”, disse. “Saio de cabeça erguida sabendo que fizemos o máximo pelo nosso povo, pelas pessoas que necessitavam.”

g1

30/12/2016

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0