Homem mata filho, ex-mulher e mais dez pessoas em Campinas

O atirador não teria aceitado a separação da esposa, o que motivou a chacina

Uma festa de Ano Novo terminou em tragédia na cidade de Campinas, em São Paulo. Doze pessoas foram assassinadas dentro de casa, durante uma confraternização, pouco antes da meia-noite deste sábado. Outras três pessoas foram baleadas e levadas a hospitais da região.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, um homem invadiu a casa e assassinou a ex-mulher, o filho de 8 anos e outras dez pessoas. Em seguida, o atirador se suicidou com um tiro na cabeça. A identidade das vítimas não foi divulgada.

Segundo informações da Polícia Militar, o caso aconteceu na Rua Pompílio Morandi, na Vila Prost de Souza.

Identificado apenas como Sidney Araújo, o atirador não teria aceitado a separação da esposa e tentava a guarda do filho na Justiça, o que motivou o crime. A mulher morreu ainda em casa.

Uma das pessoas que estava na festa teria conseguido fugir pulando o muro da residência e pediu ajuda a vizinhos. Das quatro pessoas resgatadas com vida pelos serviços de emergência, uma morreu a caminho do hospital.

Veja

01/01/17

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0