Tati Quebra Barraco questiona ação da polícia na morte do filho: ‘Quero justiça’

Tati Quebra Barraco segue indignada com a morte do filho, Yuri Lourenço da Silva, durante uma operação policial na Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio de Janeiro. A cantora usou o Twitter na manhã desta terça-feira (13) para questionar a ação da polícia, que afirmou que o jovem de 19 anos morreu em uma troca de tiros por estar, junto com o amigo, Jean Rodrigues de Jesus, de 22 anos, com uma grande quantidade de armas e drogas.

“O meu filho estava queimado de pólvora nos peitos, o que tudo indica que foi à queima-roupa. O tiro foi de perto, não teve como reagir. Policiais que aparecem em um carro comum e matam saem para prender? Tem certeza? Pode ter certeza que não ficará impune“, promete. “É impressionante como uma pistola fez milagre. Uma pistola bateu de frente com seis fuzis. Justiça já, eu quero justiça! A justiça de Deus não falha, mas a da terra também não falhará! Não falhará”, esbraveja.

Tati questiona também como foi feita uma foto do rapaz morto, compartilhada na internet. “A foto do meu filho morto circulando cheio de sangue foi quem que tirou? A médica?”. E lembra que Yuri, enterrado na tarde de segunda-feira (12), no Rio, não morreu sozinho. “Não foi somente o Yuri que morreu, o Jean também morreu. Cadê a repercussão? Cadê a mídia no enterro dele? A comoção é seriamente seletiva?”.

Quem aproveita o momento para destilar o ódio nas redes da cantora não está passando despercebido. “E aos infelizes que estão justificando a morte do meu filho, saibam que estão sendo denunciados”, avisou.

 

Yahoo

16/12/2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0