Usina de deputado e ex-governador tem bens penhorados, decide Justiça Federal

pedro_teo

A 1ª Vara Federal determinou a penhora de bens, até R$ 128,8 mil (exatos R$ 128.852,61), pertencentes à Usina Seresta, cujos herdeiros são o ex-governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) e o deputado federal Pedro Vilela (PSDB).

A execução foi requerida pela Fazenda Nacional e inclui automóveis da empresa.

A ação tramita na Justiça Federal alagoana.

Dívidas da Seresta são conhecidas no noticiário recente de Alagoas. CPI da Eletrobrás, instalada pela Assembleia Legislativa, verificou que a usina acumulava uma dívida de R$ 30 milhões com a estatal- a maior entre todas as indústrias do Estado. E estava pendurada em liminares na Justiça para evitar os cortes de luz.

Na década de 90, relatório da CPI do Produban- o banco estatal hoje em processo de liquidação- verificou que a Seresta era a sua maior devedora. Valores da época indicavam que o débito ultrapassava R$ 18 milhões.

Repórter Alagoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0